Patologias ortopédicas mais comuns…

18 de julho de 2014
30 de julho de 2014
Nestas próximas semanas vamos tratar de comentar as patologias ortopédicas mais comuns que a gente vê…
Vamos tratar deste assunto porque cada vez mais as pessoas estão se dando conta da importância de praticar atividades físicas de varias modalidades e acreditamos que seja importante falar um pouco sobre cada um dos problemas que acometem esses novos “atletas” para que possamos iniciar um processo de prevenção destas lesões e também saber o que fazer em cada um dos casos. Obviamente que nosso blog visa que as pessoas possam ter uma ideia do que acontece mas não é em hipótese alguma uma modalidade de treinamento ou de reabilitação pois existem profissionais capacitados e treinados para tratar destes problemas e que devem ser procurados nesses casos pois uma avaliação mais especifica e precisa pode evidenciar algum outro problema.

Nosso primeiro tema será patologias que acometem a região do ombro…

O nosso primeiro problema a ser falado é acredito que a patologia de ombro mais comum e que todos já ouviram falar que é a bursite de ombro.
             Primeiro temos que identificar o que é a bursa, onde ela fica e porque ela inflama.
 É uma espécie de bolsa cheia de líquido que fica ao lado da articulação do ombro e que tem como finalidade principal o amortecimento dos músculos, tendões e pele. A bursite nada mais é do que uma inflamação desta bolsa.

   Agora porque ela inflama.
O motivo mais comum para ter uma inflamação nesta bursa é o trabalho repetitivo envolvendo a articulação do ombro, principalmente em trabalhadores, mas estamos falando em relação a esporte então porque afinal acontece essa inflamação. Essa inflamação acontece principalmente em atletas que utilizam de forma constante a região do ombro para a sua pratica esportiva como, baseball, natação, basquete e volei, mas também é muito recorrente em praticantes de musculação. Essa inflamação não acontece só por causa dos movimentos repetitivos mas também por movimentos muito rápidos e explosivos e por conta de deficiencias musculares que sobrecarregam toda a estrutura dos músculos.

Ótímo, então quer dizer que todos estamos sujeitos a ter uma bursite? A resposta é sim e não você não precisa ser atleta de elite para desenvolver esse problema

Os sintomas mais comuns que vemos nos casos de bursites dos ombros são a dor local, normalmente na região da frente do ombro, que realmente incomoda para realizar atividades simples como escrever, levantar o braço, lavar a louça, o carro e até dormindo. Pode acontecer ainda do ombro ficar um pouco inchado, rígido e quente.

Para poder identificar se realmente existe uma bursite na região é fundamental procurar um médico ortopedista que através de uma avaliação criteriosa e em alguns casos a solicitação de exames de imagem para definir o diagnóstico.

Pronto… identificamos o que é, o que se sente e como diagnosticar o problema. Passado isso temos que tratar o problema para voltar a atividade física.

Muito bem, o tratamento inicialmente visa tirar a dor e sim é necessário diminuir ou até muitas vezes parar de realizar a atividade física para melhorar o quadro. As compressas de gelo incialmente e depois as quentes aliadas a medicações específicas ajudam muito a reduzir a dor aliada normalmente a fisioterapia que inclui analgesia e exercícios específicos.

    Em um segundo momento da fisioterapia é muito importante corrigir a causa da bursite quando esta está ligada a alguma alteração muscular, ou seja fortalecer toda a musculatura em volta do ombro para diminuir a sobrecarga em cima do ombro.

    A volta a atividade física tem que ser gradual e principalmente sem dor, ou limitação de movimento.

Vale a pena lembrar que em caso de dúvida procure um profissional da sua confiança para saber o que fazer.

se precisar ou tiver alguma dúvida entre em contato www.physioterapia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chame agora! whatsapp